Ministra Damares convoca o maringaense Carlos Moraes para o seu gabinete


O jornalista paranaense Carlos Moraes,formado em marketing e pós-graduado em gestão pública,foi nomeado na quinta feira (21),como assessor no Ministério da Mulher,da Família e dos Direitos Humanos.

Carlos Moraes, se notabilizou como apresentador de televisão, na região oeste do Paraná; mas é nascido em Maringá e sua carreira teve início na cidade canção no O Diário, principal matutino de Maringá.

Em Cascavel, nos anos 90, manteve um programa na TV Tarobá, com índices acima da média e nas pesquisas sempre era apontado como líder de audiência. 

Damares Alves,titular da pasta, de uma das maiores e mais importantes do governo Jair Bolsonaro, convocou Moraes, para o bloco A da  esplanada,levando em consideração sua vasta experiência acumulada ao longo seus quarenta e três anos de comunicação e gestão pública.

A ministra fez questão de promovê-lo e requisita-lo para perto de seu dia a dia de trabalho em função de suas habilidades em  relações humanas,comunicação e serviços prestados à  emissoras afiliadas a Rede Globo, Band, SBT, Record News e TV Cultura.

A valorização e a importância que a ministra Damares,penhora a Moraes,dá início a estudos de  um novo projeto na área da comunicação,chefiada pelo competente e experiente jornalista Flávio Gusmão,onde deve  ser implantada uma  emissora de TV do MDH,já que as políticas públicas de todo o ministério precisam ter alcance junto aos mais variados segmentos da sociedade,pois a ampla divulgação dos Direitos Humanos,na visão da ministra,também passam ser armas poderosas contra crimes,abusos e descumprimento dos preceitos constitucionais.
Compartilhar por Whatsapp

About Agência de Noticia News

Júlio Take, nasceu em Maringá-Paraná em 1967. Teve a primeira experiência profissinal em 1986, no O Jornal de Maringá. após essa primeira experiencia, trabalhou um tempo em Cascavel e Foz do Iguaçu. Após alguns anos militando na imprensa da região oeste do estado do Paraná, foi convidado a integrar a equipe da Agência de Notícias News.

0 comentários :

Postar um comentário