Grupo de moradores pede apoio ao prefeito para cuidados com o meio ambiente


O Grupo de Meio Ambiente Paroquial (GMAP), formado por moradores da região da Paróquia Santa Isabel de Portugal de Maringá, apresentou ao prefeito Ulisses Maia, na tarde desta quinta, 14, situações irregulares no bairro e proximidades. 

Entre as reivindicações, cercamento em fundo de vale, limpeza em locais com descarte de lixo irregular, resíduos sólidos expostos em córregos e outras demandas sociais. 

A reunião contou com a presença de secretários e diretores municipais que anotaram os problemas apontados pelos cidadãos.

O objetivo é a parceria entre o órgão público e a comunidade para exercer boas práticas, mantendo o meio ambiente limpo e conservado. 

“Fiquei feliz em receber uma equipe de moradores engajados na busca de melhorias para o meio ambiente. Sem dúvidas, juntos, faremos um trabalho produtivo e com resultados”, disse Ulisses Maia. As demandas foram acatadas e reuniões deverão ocorrer nos próximos meses.

O GMAP foi criado em 2017, após trabalho realizado durante a Campanha da Fraternidade, que englobou temas relacionados ao meio ambiente. Integram o grupo: pároco da igreja, diáconos, coordenadores de Comunidades Eclesiais de Base (CEBs) e corpo técnico qualificado na área. 

A base da iniciativa é o 24º Plano de Evangelização da Arquidiocese de Maringá, projeto 2 e a Carta Encíclica “Laudato Si” - Sobre o Cuidado da Casa Comum.

A função do grupo é manter vigilância sobre casos relacionados ao meio ambiente paroquial; convocar mutirões e manter contato com autoridades públicas; além de organizar trabalhos de conscientização e celebrações voltadas ao meio ambiente. 

O GMAP apoia e faz o alerta a população para que, em casos de irregularidades, envolvam o meio ambiente denunciem ligando no 156 – Ouvidoria do Município.
Compartilhar por Google Plus

About Agência de Noticia News

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário