‘Família não foi despejada pela prefeitura’ – garante Defesa Civil


O responsável pela Defesa Civil, Adilson Costa, usou a rede social para expor o outro lado da história da familia que foi despejada no final de semana na cidade de Maringá.

A postagem do blogueiro Jota Silva, é tratada como Fake News e falta de respeito pelo chefe da Defesa Civil de Maringá.

Segundo ele, a matéria onde trazia o titulo, “ PREFEITURA DEMARINGÁ DESMANCHA CASA E FAMILIA CARENTE FICA AO RELENTOque foi publicada no sábado, foi mentirosa, quando o editor do blog publicou que a prefeitura de Maringá jogou uma família, com crianças pequenas ao relento. Na verdade, tratava de uma determinação judicial e com audiência marcada para o mês de maio e que a prefeitura não era parte do processo.

Para Adilson Costa, o blogueiro Jota silva e o vereador Willian Gentil usou a dor da família para promover Fake News e o sensacionalismo, com a finalidade de atacar a figura do prefeito e criar um fato politico, com a clara intenção de fortalecer o discurso oposicionista, já que eles não tem um nome a altura para enfrentar Ulisses Maia nas urnas.

Silvio Barros, era tido como adversário, foi condenado na semana passada por improbidade administrativa e não poderá ser candidato a prefeito. 

Por outro lado, o grupo oposicionista na qual fazem parte, não reúne condições de enfrentar o atual prefeito num embate pela prefeitura. Por esse motivo,  os ataques que o chefe do executivo vem sofrendo.

“ Em vez de partir para um publicação mentirosa, os senhores deveriam unir forças para juntos resolvermos a situação daquela família e não sair atacando o chefe do executivo” – cobrou Adilson Costa.

Segundo Costa, ele compareceu ao local e quase foi agredido por populares, por conta do circo que foi armado pelo vereador Willian Gentil e pelo blogueiro. 

Acompanhe o vídeo 



About Agência de Noticia News

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário