Contemplados no Aniceto Matti assinam contratos para realização de projetos


Artistas contemplados no Prêmio Aniceto Matti já assinam os contratos para execução dos projetos. São 42 iniciativas nas áreas de Artes Populares, Artes Visuais, Artes Cênicas, Música, Audiovisual e Culturais Iniciantes. A Prefeitura disponibilizará um valor total de R$ 1,7 milhão para as iniciativas que serão realizadas em 2019.

O projeto “Mostra Pé na Rua”, da artista Iara Cristina Ribeiro, foi contemplado na categoria “artes cênicas”, que transforma em palco as ruas da cidade, descentralizando as apresentações em bairro mais carentes. “A Secretaria de Cultura desburocratizou o concurso o que ajudou os artistas a participar e terem oportunidade de apresentar seus projetos”, disse a artista.

Os projetos foram selecionados tendo como critérios a relevância, potencial de realização, criatividade e inovação e efeito multiplicador do projeto. A Semuc estuda mecanismos, sem prejuízos à legalidade, para facilitar ainda mais a participação de proponentes. Uma das possíveis alterações é a inscrição apenas com o projeto. Documentos de habilitação seriam apresentados em fase posterior.

A qualidade do projeto é o primeiro fator a ser analisado. Com uma proposta aprovada o artista terá mais tempo e motivação para providenciar as documentações”, assinala o secretário de Cultura, Miguel Fernando.

Para habilitação, são necessários documentos pessoais, diversas certidões, declarações, atas e demais comprovantes que em alguns casos tomam tempo e dificultam a inscrição da classe artística. A ideia é priorizar o projeto e depois da classificação, seguir para a fase documental. Ambos poderão ser protocolados de forma inédita em ambiente virtual, não havendo necessidade de impressões e entrega pessoal.

O edital de 2019 deve ser publicado até o final do primeiro semestre. Número de projetos, categorias e valores serão ainda definidos em assembleias no Conselho Municipal de Políticas Culturais. Como a Semuc obteve a aprovação de projeto junto à Agência Nacional do Cinema (Ancine) de R$ 500 mil para produção audiovisual, é provável que essa categoria seja desmembrada do Aniceto e os valores destinados as demais áreas.

Aniceto Matti

O prêmio foi iniciado em 2011 e passou por diversas reformulações. Homenageia o autor da música do Hino à Maringá que nasceu na cidade de Piacenza - Itália em 09 de Janeiro de 1920, vindo para Maringá em 1953, procedente de Buenos Aires (Argentina). Professor de música, com passagens em diversas instituições culturais da Cidade Canção, faleceu em 14 de dezembro de 2000, consagrando-se como um dos grandes nomes da cultura maringaense.
Compartilhar por Google Plus

About Agência de Noticia News

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário