Câmara inaugura mostra fotográfica sobre mulheres refugiadas no Brasil

Divulgação
Direitos Humanos - mulheres - Exposição fotográfica
Como parte das comemorações do Mês da Mulher, a Câmara dos Deputados inaugurou na terça-feira (11) a exposição fotográfica “No Fluxo: Reflexos da Migração e Refúgio de Mulheres no Brasil".
A mostra – uma parceria entre a Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher e a Defensoria Pública da União – retrata mulheres migrantes que chegaram ao Brasil para fugir de guerras ou problemas econômicos em seus países de origem.
A deputada Luizianne Lins (PT-CE), que presidiu a comissão da Câmara em 2018, destacou que é preciso dar visibilidade para a condição de vida dessas cidadãs. “Porque, além do preconceito que toda mulher sofre, elas vêm na condição de migrante, com o poder aquisitivo abalado”, comentou. “Saem da sua raiz, largam tudo lá e têm de começar tudo de novo em outra nação.”
A defensora Rachel Moura ressaltou que as mulheres que chegam como refugiadas ao Brasil estão fugindo de condições adversas de perseguições religiosas, de gênero, de classe e buscam refazer suas vidas.
Esperança
Curadora da exposição, Bernardina Leal explicou que o objetivo de tornar essas fotos públicas é chamar a atenção da sociedade para a situação de milhares de pessoas em todo o mundo. Ela ponderou, no entanto, que, longe de mostrar o sofrimento, as imagens retratam a esperança e a alegria de mulheres e meninas que encontraram melhores condições de vida no País.
“São fotografias de rostos, passos, gestos de mulheres de diferentes partes do mundo que encontraram no Brasil acolhimento e aqui estão resignificando seus percursos”, ilustrou a curadora.
Visitação
A exposição “No Fluxo” pode ser visitada pelo público das 9 horas às 18 horas, no Espaço do Servidor da Câmara dos Deputados, até o dia 22 de março.
Compartilhar por Google Plus

About Agência de Noticia News

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário