Ato contra a Reforma da Previdência e a Privatização da Água


No dia 22 de março de 1992, a Organização das Nações Unidas (ONU) criou o Dia Mundial da Água. 
A data é um esforço da comunidade internacional para colocar em pauta questões essenciais que envolvem os recursos hídricos. 
Este ano, o dia também será um momento de luta contra a Medida Provisória 868/2018, que privatiza o saneamento no país. 
Esta MP desestrutura o setor e acaba com o subsídio cruzado, pelo qual os municípios mais ricos subsidiam os mais pobres.  
Sem isso, o país nunca alcançará a universalização do saneamento. A MP 868/18, reedição de outra medida do ano passado que caducou ao não ser apreciada pelo Congresso, cria instrumentos que facilitam privatizações e amplia o papel da Agência Nacional de Águas (ANA) como órgão organizador dos investimentos no setor. 
O texto também força empresas públicas a disputarem mercados com empresas privadas, que contam com recursos de grupos domésticos e internacionais, como a canadense Brookfield.
TODOS CONTRA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA
A reforma da Previdência apresentada por Jair Bolsonaro (PSL) é um ataque brutal contra a classe trabalhadora brasileira.
Ao contrário do que diz a propaganda oficial do governo, a reforma de Bolsonaro não combate privilégios, apenas dificulta o acesso à aposentadoria e reduz drasticamente o valor do benefício previdenciário no momento mais delicado da vida de um trabalhador.
A maioria dos trabalhadores e trabalhadoras não vai conseguir se aposentar. Muitos vão morrer antes de conseguir acessar a tão sonhada aposentadoria.
Em todo o país haverá manifestações para os trabalhadores barrarem essa terrível mudança. 
Em Maringá, o ato contra a Reforma da Previdência será nesta sexta-feira (22), às 9 horas em frente ao INSS.

About Agência de Noticia News

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário