Câmara vai analisar acordo na área criminal assinado com polícia da União Europeia

José Cruz/Agência Brasil
Segurança - policiais - Força Nacional de Segurança
O foco do acordo de cooperação é a troca de informações sobre terrorismo e crimes internacionais
A Câmara dos Deputados vai analisar o acordo de cooperação na área criminal assinado pelo governo brasileiro com o Serviço Europeu de Polícia (Europol), agência ligada à União Europeia que faz a ligação entre as forças policiais dos países do bloco político.

O foco do acordo de cooperação é a troca de informações sobre terrorismo e crimes internacionais, como o tráfico de drogas, lavagem de dinheiro, contrabando de material nuclear e radioativo, imigração ilegal, tráfico de armas e de animais, entre outros. O acordo abrange ainda crimes como homicídio, roubo e racismo.

O ato de cooperação com a Europol foi assinado pelo governo em 2017, em Haia, cidade da Holanda que sedia a agência europeia.

A aprovação do acordo está prevista no Projeto de Decreto Legislativo (PDC) 1167/18. Segundo a Constituição, os tratados internacionais assinados pelo País que acarretam encargos ou compromissos devem ser referendados pelas duas Casas do Congresso Nacional (Câmara e Senado).

Intercâmbio de conhecimentosPelo acordo, a cooperação envolverá o intercâmbio de conhecimentos, relatórios gerais de situação, resultados de análises estratégicas, informações sobre procedimentos de investigação criminal e assessoria e apoio em investigações criminais concretas.

As partes somente trocarão informações coletadas com respaldo jurídico e que não tenham sido manifestamente obtidas em violação aos direitos humanos. Os dados deverão ser usados com um objetivo específico. A utilização para outros fins dependerá de autorização da parte que enviou as informações. O Brasil e a Europol poderão designar oficiais de ligação para fazer as consultas regulares entre as partes.

TramitaçãoO projeto contendo o acordo com a Europol será analisado incialmente pelas comissões de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. Depois segue para o Plenário da Câmara.

ÍNTEGRA DA PROPOSTA:

About Agência de Noticia News

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário