Temer sanciona reajuste do STF até quarta, dizem assessores



O presidente Michel Temer disse a interlocutores que vai sancionar até quarta-feira (28) o reajuste salarial para ministros do Supremo Tribunal Federal; esse aumento representa uma afronta aos trabalhadores de todo o Brasil, que tiveram um reajuste de miséria no ano passado, com a desculpa de que no Brasil, não existia inflação. Palhaçada desse governo que o seu índice de aprovação sempre foi baixo e que só representava a elite e os abastados.

O percentual de 16,38% foi aprovado no início do mês pelo Senado, e deve incidir nos contracheques de todos os juízes do país a partir de 2019. Tanto o senado, quanto o congresso nacional foi omisso e que deveriam defender a população e zelar pelas conquistas dos trabalhadores, provaram que existe corporativismos e viraram as costas para a maioria defendendo os direitos de uma classe elitizada e o povo que se dane.

Como ficou acertado entre a cúpula do Judiciário e o Palácio do Planalto, a Corte deve restringir o pagamento do auxílio-moradia dos magistrados, para compensar o impacto nos cofres públicos. 

Na verdade, o benefício é uma afronta ao povo de baixa renda e que deveriam se unir e gritar contra esses desmandos; a verba para bancar o aumento, com certeza vai sair dos programas sociais.
Segundo informação, essa decisão deve ser tomada nos próximos dias e deverá entrar em vigor junto com o reajuste. O salário dos ministros do STF passará de R$ 33,7 mil para R$ 39,2 mil.

Share on Google Plus

About Agência de Noticia News

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário