Mutirão de coleta de eletroeletrônicos e vidros nesta sexta e sábado


A comunidade poderá destinar na sexta, 26, e sábado, 27, eletroeletrônicos e embalagens de vidros no pátio da Igreja Santa Rita de Cássia (Avenida Pioneiro Maurício Mariani, 671 - Jardim Itaipu). O mutirão da Prefeitura é resultado de uma ação conjunta das secretarias de Meio Ambiente e Bem-Estar Animal (Sema) e Secretaria de Serviços Públicos (Semusp).

O evento que já recolheu no total 15 toneladas dos produtos em outras três edições (Parque do Ingá, Parque das Palmeiras e Praça das Antenas, e Estádio Willie Davids) visa conscientizar o maringaense para a coleta seletiva que a cada dia amplia a participação da comunidade.

O mutirão coleta copos, garrafas, óculos, janelas, espelhos, telas e potes de vidro, além de computadores, cabos, televisores, carregadores, rádios, impressoras, teclados e demais eletroeletrônicos. Os produtos são transportados pela Semusp para as cooperativas especializadas formadas por famílias de baixa renda: Coopercanção (eletrônicos) e Coopervidros (vidros).

Nas cooperativas os produtos são desmontados e separados vidros, plásticos e demais componentes que servirão de matéria-prima para novos produtos. A trituração do vidro é feita na própria cooperativa que comercializa com empresa de reciclagem paulista na fabricação de copos, pratos e embalagens conforme a qualidade do material.

Nos eletrônicos são separados o plástico, cobre, alumínio, além de outros metais e materiais destinados a empresas de reciclagem paulistas e paranaenses. Como no caso dos vidros, a fabricação de um novo produto depende da qualidade e o tipo de materiais. A comercialização direta com as empresas impede a ação de atravessadores, tornando-se mais rentável para os cooperados.

A reciclagem é fonte de renda para mais de 40 famílias das duas cooperativas. A ação também reduz passivos ambientais, economiza gastos com aterro de recicláveis e previne a comunidade de doenças provocadas pela destinação incorreta.

Para o secretário de Meio Ambiente e Bem-Estar Animal, Ederlei Alkamim, o mutirão é um importante momento de sensibilização. “Observamos nos mutirões que filhos acompanhavam pais no momento da entrega de produtos. Além de uma ação ambientalmente correta, trabalhavam o desapego e o desenvolvimento da cidadania”, avalia.

O gerente de Educação Ambiental, Júlio César Rodrigues, explica que a Sema acompanha a transição entre os sinais analógico e digital para alguma ação específica com televisores antigos. “Com o término do sinal digital em novembro queremos evitar a destinação desses eletrodomésticos em locais impróprios”, ressalta.


Saiba mais Gerência de Educação Ambiental (Sema) – fone: 3293-8773
Share on Google Plus

About Agência de Noticia News

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário