Geladeiras inservíveis ganham novos significados por meio da arte


Artista há 12 anos, Renê Meyring é um dos 12 grafiteiros participantes do projeto “Geladoteca”, realizado nesta terça, 16, na Praça Raposo Tavares. Com o tema “literatura”, os artistas têm 15 geladeiras inservíveis para grafitar e divulgar a própria arte. As geladeiras serão deixadas em espaços públicos, com livros para a comunidade. O projeto seguirá na parte da tarde, com grafitagem e música do MC Zion.

Aos poucos, algumas geladeiras que, inicialmente não serviriam para nada, foram ganhando novos significados por meio do grafite. Para Meyring, o grafite é exatamente isso: a arte da expressão e do sentimento que oferece ressignificados ao mundo. “Ainda existe preconceito sobre o grafite, mas, cada vez mais, as pessoas estão enxergando como técnica artista. O melhor é poder fazer minha arte e elas conseguirem ver na hora e opinar”, disse.

Além de incentivar a cultura, a “Geladoteca” estimula a leitura, visto que o espaço servirá de estantes de livros, disponíveis para empréstimo à comunidade. O nome “Geladoteca” surgiu do elo entre geladeira e biblioteca. Para o gerente da Juventude, Adriano Bacura, o meio ambiente é mais um tópico a ser reconhecido no projeto. “A comunidade vê esse trabalho e entende o quanto o descarte correto possibilita ações como esta”, comentou.

Passando pelo local, Claudenice Noha parou para observar o trabalho dos artistas e parabenizou um deles. “Chamou muito minha atenção, tive que dar parabéns. Amei essa ideia. O bom é que vai ficar livros depois, então, essa iniciativa é boa em vários sentidos”, afirmou.

O grafiteiro Deilton Rodrigues, artista há 15 anos, transformou a geladeira branca num universo com planetas, estrelas e uma menininha sentada. Entre as possíveis interpretações, o desenho faz alusão ao que se pode encontrar nos livros: o mundo. A ideia surgiu na hora, no improviso. “Não sei explicar o que eu sinto quando grafito, só sei dizer que gosto muito”, contou.

O projeto é promovido pela Prefeitura de Maringá, por meio da Gerência da Juventude. Os materiais, como tinta spray, foram cedidos aos artistas. Os participantes realizaram inscrição previamente para participar do projeto. Mais 15 geladeiras já estão reservadas para serem grafitadas em breve.

Também participam os artistas Ricardo Santana da Silva, Marcelo Vieira, Henrique Pereira da Silva, Leonardo Teixeira, Leonardo Guerra, Edson Fernando do Nascimento, Fábio Dias de Oliveira, Daniela Campos Felício, Rafael Durê Cácere e Melina Belusse.

Saiba mais
Gerência da Juventude
3931-1934
Share on Google Plus

About Agência de Noticia News

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário