Candidato do MDB -PR votou para o congelamento do repasse da educação por 20 anos



Traindo quem confiou o voto na eleição a deputado federal de 2014, João Arruda, sobrinho do Roberto Requião(MDB) e genro de Joel Maluceli, empresário que está preso por conta da operação Rádio Patrulha, que prendeu o ex-governador Beto Richa, na semana passada vem votando contrário aos interesses da população do estado do Paraná e do Brasil.

O deputado federal e candidato a governador, João Arruda(MDB) é outro que apoiou e congelamento em investimento na educação por 20 anos.

Agora como candidato oposicionista ao governo Paraná, aparece na televisão com sua cara de pau, para dizer que tem a solução para o estado desenvolver no setor.

Como a educação vai melhorar com o congelamento das verbas por tanto tempo?

O que se observa, é que quem votou na proposta, quer acabar com o setor educacional e o acesso à educação de qualidade vai custar caro e será privilégios de quem vai ter dinheiro no bolso para bancar, deixando o resto da população no atraso e abandono.

Da mesma forma da deputada leandre Dal Ponte(PV) os gastos referentes as despesas com gabinete chegaram a R$ 1.610.921,86; no mês de dezembro de 2015, o parlamentar teve um gasto mais alto, chegado a R$ 72.274,34.



Share on Google Plus

About Agência de Noticia News

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário