Tombamento preserva Maria Fumaça, símbolo histórico do município


A Comissão Especial de Preservação do Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural de Maringá aprovou o tombamento da Locomotiva 608, a “Maria Fumaça”, do Parque de Ingá. A medida visa preservar a locomotiva de intervenções que venham a destruí-la ou descaracterizá-la. O processo segue agora para o inventário com pesquisa histórica, com embasamento técnico e documental, e deve ser finalizado até novembro com homologação no livro tombo de patrimônio.

A locomotiva foi fabricada no final do século XIX, nos Estados Unidos, na Filadélfia, e está entre as 14 locomotivas a vapor remanescentes no Paraná. Conduzida pelo maquinista José Mariano, chegou em Maringá no dia 31 de janeiro de 1954 para inaugurar a estação ferroviária do município.

A estação funcionou 37 anos, de 1954 a 1991, e demolida para dar espaço ao projeto de ocupação do Novo Centro. Infelizmente dela não restou vestígio. Com o tombamento teremos preservada a locomotiva que inaugurou este equipamento, fundamental para o desenvolvimento do município”, destaca o secretário de Cultura, Miguel Fernando.

Após quase duas décadas em operação, em 1973, a locomotiva foi transferida para o Parque do Ingá, e está exposta como objeto histórico. O transporte da locomotiva da estação ferroviária resultou em uma grande operação comandada por Sílvio Alves Moura, um dos primeiros servidores da Prefeitura.

A operação foi feita em trilhos provisórios, instalados trecho a trecho pelas avenidas Tamandaré e São Paulo, por onde um trator puxou a locomotiva.

Ações para preservação da locomotiva foram iniciadas em 2017, com a elaboração de processos licitatórios para a revitalização da Maria Fumaça e da estação simbólica que abriga a máquina.

Foram investidos mais de R$ 56 mil para reforma da estação da locomotiva. A intervenção contemplou a substituição da cobertura de madeira por estrutura metálica, restauração de esquadrias, paredes e grades, iluminação, entre outras ações, para intensificar a preservação da locomotiva contra sol e chuva.

A revitalização da Maria Fumaça está em andamento com a previsão de término ainda este ano. A locomotiva recebeu aplicação de produtos removedores de tintas, lavagem completa com produtos desengraxantes de alta performance e está isolada para restauração. Durante o trabalho foram identificadas sobreposições de diversas tintas, inclusive tonalidades diferentes e sem qualidade, feitas ao longo do tempo.

O trabalho devolverá a originalidade da máquina com as tonalidades específicas de amarelo, preto e vermelho, cores levantadas em pesquisa histórica e de prospecção. O último passo será a desmontagem das peças e detalhes a serem restaurados em oficina e polimento do sino e demais peças em bronze.

A Comissão Especial de Preservação do Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural do Município é composta por representantes do Conselho Municipal de Políticas Culturais, secretarias de Cultura, Gestão e Obras Públicas, Procuradoria-Geral do Município, Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU), e instituições de ensino superior.

Atualmente estão tombados pelo Município os seguintes bens:

Escritório da Companhia Melhoramentos Norte do Paraná (CMNP)
Festa Junina do Sêo Zico Borghi
Painel do Café
Biblioteca Municipal Bento Munhoz da Rocha Neto
Capela Nossa Senhora Aparecida
Museu da Bacia do Paraná
Auditório Luzamor

Pelo Estado do Paraná:

Capela Santa Cruz
Capela São Bonifácio
Hotel Bandeirantes
Painel Poty Lazarotto no Teatro Calil Haddad

Share on Google Plus

About Agência de Noticia News

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário