Quebra pau envolvendo o presidente do PV de Maringá

Ederlei Alkamin, presidente do Partido Verde em Maringá.


A confusão aconteceu no final do mês passado, no dia 12 de junho, onde envolveu Ricardo Farias e Ederlei Alkamin, num bate e volta a Curitiba para acompanhar a convenção do Partido Verde para a escolha de deputados federais e estaduais e do Partido Social Democrático, onde o nome de Ratinho Junior seria confirmado para a disputado ao governo do Paraná.

Em uma conversa via telefone, o presidente do Partido Verde em Maringá, detonou Ricardo Faria, que é morador de Mandaguaçu, que foi a convenção do PV em Curitiba, acompanhar o desenrolar das pré candidaturas.

Para Alkamin, Farias só badernou e não permitindo que os ocupantes do ônibus pudessem descansar fazendo algazarra e provocando cabos eleitorais do candidato oficial a deputado federal apoiado pela agremiação no município.

O erro do secretário foi ter feito comentários para destruir o rapaz numa ligação telefônica, onde estava sendo gravado e após alguns dias. A conversa estava nas mãos de Ricardo Faria.

Ricardo Faria, astutamente, conversou com o secretário do meio ambiente, via whatsapp, onde questionou sobre o seu comportamento.

Ederlei Alkamin, não tendo conhecimento que Faria tinha uma gravação sua dizendo cobras e lagartos e tecendo critica a ele, recebeu na secretária do meio ambiente na sexta-feira(10) para uma conversa, onde acreditava que seria um papo banal.

Na conversa com o secretário do meio ambiente, Ricardo Faria chegou cuspindo marimbondo e foi exigindo uma explicação do inexplicável. O rapaz quase saiu aos tapas com o tal secretário; só não aconteceu o embate, porque ederlei alkamin não quis encarar.

Ricardo Faria, quase saiu aos tapas
com o presidente do PV.


Share on Google Plus

About Agência de Noticia News

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário