Vereadores ouvem coordenadora da Casa do Índio

quinta-feira, 17 de maio de 2018

A Comissão Especial de Estudos sobre os Índios, da Câmara Municipal de Maringá, realizou sua primeira oitiva, nesta manhã (16). A convidada foi a servidora municipal e coordenadora da Casa do Índio, Sandra Helena dos Santos. Ela apresentou um panorama da convivência com os índios na cidade, informações sobre sua rotina, qual a atuação da administração pública na política indigenista e respondeu às dúvidas dos vereadores.

Segundo ela, a Casa do Índio funciona numa antiga escola e atende os indígenas que superam a lotação da Assindi (Associação Indigenista de Maringá). “Nós oferecemos pousada e estrutura para alimentação e higienização. São famílias de Manoel Ribas, Ortigueira e Tamarana que permanecem na cidade, por cerca de 15 dias, para vender seus balaios e, inevitavelmente, pedem dinheiro nas ruas. Nosso trabalho é tirá-los da vulnerabilidade da melhor maneira possível”, explicou. 

Sandra também adiantou aos vereadores que uma decisão recente da Funai, no Paraná, proibiu que crianças indígenas em idade escolar deixem suas aldeias para acompanhar seus pais nestas viagens comerciais. Somente poderão viajar crianças de 0 a 4 anos.

O presidente da Comissão, vereador Sidnei Telles, informou que eles pretendem ouvir também os representantes da Assindi e do Ministério Público sobre o assunto.

A próxima reunião acontecerá dia 21 de maio, às 10 horas, no Plenarinho da Câmara Municipal.

A Comissão foi instalada no dia 2 de maio com o objetivo de apurar as condições de vida dos indígenas que visitam Maringá e auxiliar em suas necessidades, especialmente, em relação à integridade física e segurança. O presidente é o vereador Sidnei Telles (PSD), o relator é o vereador Alex Chaves (PHS) e os membros são: Carlos Mariucci (PT) e William Gentil (PTB). A equipe terá 90 dias para apresentar seu relatório podendo solicitar prorrogação, caso seja necessário.

Nenhum comentário

Postar um comentário

 
Copyright © 2016 todos os direitos reservados a Desenvolvido por Jonas Gonçalves.