Maringá garante 80 mil refeições para estudantes

Imagem relacionada
Maringá oferece  80 mil refeições diárias para alunos da
rede publica.


A qualidade das 80 mil refeições diárias oferecidas para os alunos da Rede Municipal de Ensino é garantida pelo cardápio produzido por nutricionistas da Secretaria de Educação (Seduc), seguindo as normas do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). São 114 unidades educacionais (centros de educação infantil e escolas) contempladas com produtos alimentícios que contribuem com o crescimento, desenvolvimento, aprendizagem e o rendimento escolar, incluindo cerca de 700 alunos com restrição alimentar. 

A gerente de Alimentação Escolar da Seduc, Anne Elise Carvajal, explica que todo o cardápio é planejado com produtos balanceados e adequados à idade dos alunos. “Para os alunos do Infantil 1 são servidas 6 refeições diárias, mais alimentação de reforço para as crianças que não se alimentaram bem no almoço ou jantar. Para os alunos do Infantil 2 a 5 e do ensino fundamental integral são quatro refeições diárias e duas para ensino regular”, esclarece. 

Anne Elise afirma que os alimentos são adquiridos pela Agricultura Familiar (chamamento público anualmente) e por empresas contratados por meio de licitação. “De acordo com o PNAE, 30% do recurso investido com alimentação deve ser gasto com produtos de pequenos produtores que oferecem frutas, verduras, pães e biscoitos caseiros”, disse. Em 2017, 30% de alimentos da Agricultura Familiar correspondeu a 380 toneladas. A média mensal deste ano está em 50 toneladas.

Os alimentos não perecíveis são armazenados em depósito específico da Secretaria de Patrimônio Público (Sepat) e distribuídos conforme a necessidade de cada unidade escolar. Os alimentos perecíveis são entregues semanalmente nas unidades. O cardápio escolar está disponível no site da prefeitura http://www2.maringa.pr.gov.br/educacao/?cod=merenda-escolar.

Todo mês os servidores das unidades educacionais são capacitados com cursos de boas práticas de manipulação de alimentos. “As merendeiras recebem todo uniforme específico de cozinha para manipular os alimentos, como toucas, jalecos, aventais, sapatos antiderrapantes e luvas”, exemplifica. Há treinamento sobre restrição alimentar para alunos com alergia a lactose e proteína do leite, nesses casos são oferecidos alimentos específicos aos alunos. 
Share on Google Plus

About Agência de Noticia News

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário