Integrante do CV é preso antes de fazer cirurgia plástica em SP

terça-feira, 24 de abril de 2018
Integrante do CV é preso antes de fazer cirurgia plástica em SP
Ele estava foragido desde janeiro, quando fugiu da penitenciaria
de Juiz de Fora,  na Zona da Mata, onde cumpria pena de 236
 anos de reclusão.

traficante ligado à facção criminosa Comando Vermelho (CV) Edílson Ferreira do Carmo, conhecido pelos apelidos de Dilsinho, Fiote e Capixaba, foi preso pela Polícia Federal em São Paulo na manhã de segunda-feira (23). Ele estava foragido desde janeiro, quando fugiu da Penitenciária de Juiz de Fora, na Zona da Mata Mineira, onde cumpria pena de 236 anos de reclusão.

Dilsinho foi detido em um hospital, onde deu entrada para realizar uma cirurgia plástica no rosto a fim de dificultar o seu reconhecimento e captura. Ele foi levado para um presídio em Pouso Alegre, no sul de Minas, onde permanecerá à disposição da Justiça.

Segundo a PF, o traficante é um "assassino profissional", réu em dezenas de processos criminais, com 36 condenações. Ele é considerado um dos líderes da venda de drogas de Contagem, na Grande Belo Horizonte, e tem histórico de ameaças a agentes de segurança e investigadores.
A prisão de Dilsinho foi feita pela Força Integrada de Combate ao Crime Organizado em Minas Gerais (Ficco), força-tarefa coordenada pela PF e integrada também pela Polícia Civil e pela Polícia Rodoviária Federal. Após dois meses de investigação, o grupo deflagrou a Operação Periculum na manhã de segunda-feira

Nenhum comentário

Postar um comentário

 
Copyright © 2016 todos os direitos reservados a Desenvolvido por Jonas Gonçalves.