Doutor Camargo – Prefeito não quer aumentar salário de professores e recebe reclamação de assédio

domingo, 22 de abril de 2018


Os professores municipais da cidade onde o prefeito playboy governa, segundo uma informação, só terão aumento de 2,30%. A atitude tem revoltado os educadores que já contava com um ganho um pouco maior e não com esmola. A inflação alta e o poder compra é pouco.

O governo federal anunciou no ano passado que, a reposição vai ser de 6,81% e não o que o prefeito pretende pagar. Numa sociedade onde reina a democracia, tudo tem regra e é preciso respeitar. O prefeito que viaje menos e exonere os cargos comissionados e conceda o aumento para os professores do município, são eles os responsáveis em formar bons cidadãos que irão compor a sociedade do futuro.

Na gestão passada, quem estava lotado no cargo de compras, o salário era de R$ 1.500,00. O prefeito, ao assumir o cargo, trouxe cidadão de Sarandi um cidadão que se diz pastor e que nem conhecida direito Doutor Camargo e quando vinha para cá, chegava com um automóvel velho caindo aos pedaços, sem manutenção e sem habilitação e dava graças a Deus quando chegava no município, não era habilitado. Pelo jeito, continua circulando com o carro do município sem carteira de motorista, torrando o dinheiro público sem dó.

O mesmo cidadão, foi empregado no início da gestão do atual gestor, sendo responsável pelas compras do município, o mesmo cargo que na gestão passada a renumeração era de R$ 1500,00, mas com um salário de R$ 2.300,00.

Por comportar dessa maneira, o prefeito se nega em aumentar o salário dos professores, porque vai ter que dispensar os cargos comissionados e ai a revolta na cidade será grande.

A população que foi predominante na vitória do então candidato Mineiro, foi deixada de lado, como se fosse um brinquedo velho, incluindo ai os professores, que o filhinho de papai não quer mais.

Mas a vida é dinâmica e a hora do troco está próxima. Prefeito e vereadores que virarão as costas para o povo, vai receber o que merece daqui a dois anos e a resposta de tanta imponência vai ser nas urnas.

Essa história de que a população esquece; nem todos e o blog do Take, vai estar vigilante e não vai permitir que o povo esqueça o descaso de um garoto mimado e que pensa que todos vão esquecer os seus atos irresponsáveis e o caso de nepotismo, onde emprega o pai e o irmão, ganhando uma fortuna.
Outro detalhe, os professores estão sofrendo assédio moral em seus ambientes de trabalhos, prejudicando o desempenho e a atenção dos alunos em sala de aula.

O caso veio à tona na última sexta-feira(20) com a reclamação de vários professores que procuram o prefeito e informaram que estão sendo vítima e que é preciso tomar providencias.

Parece que o alcaide, deixou claro, que não iria fazer nada e os professores se reunirão com o advogado e ex-prefeito, Paulo Roberto Jardim Nocchi, dependendo da conversa desse final de semana, em breve, o município vai se tornar réu por conta de uma irresponsabilidade em que o mandatário não quis tomar providências.

A questão do assédio é séria e compromete a vida do cidadão causando dores e abalando o fator psicológico.

Segundo o código penal em vigor, perseguir funcionários com cargos abaixo é assédio moral e deve ser tratado na esfera do judiciário. Cadê o sindicato dos funcionários públicos que não tomaram nenhum providencia.

Nenhum comentário

Postar um comentário

 
Copyright © 2016 todos os direitos reservados a Desenvolvido por Jonas Gonçalves.