Só um de 126 assassinatos de mulheres foi julgado em seis meses

Só um de 126 assassinatos de mulheres foi julgado em seis meses
Estudo analisou crimes violentos contra as mulheres
registrados de 21 a 27 de agosto do ano passado.


Um levantamento realizado pelo G1 verificou que 126 mulheres foram mortas de forma violenta no Brasil de 21 a 27 de agosto do ano passado. Nestes seis meses, apenas um dos casos foi julgado.

Segundo uma matéria publicada pelo site nesta quinta-feira (8), apenas um quarto (32) dos casos de mulheres mortes no período analisado viraram processos na Justiça, com os acusados respondendo pelo crime. E quase a metade (54) ainda está com a investigação em andamento.
O portal realizou a pesquisa em parceria com o Núcleo de Estudos da Violência da USP e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública. O projeto chamado Monitor de Violência aponta o registro de casos de homicídio, latrocínio, feminicídio, morte por intervenção policial e suicídio ocorridos de 21 a 27 de agosto no Brasil. Ao todo, foram contabilizadas 1.195 vítimas, sendo que 1.069 são homens.
O único caso julgado é o da adolescente Tamires Paula de Almeida, de 14 anos. Ela foi morta a facadas por um colega de escola de 13 anos, em 23 de agosto de 2017. Eles também moravam no mesmo prédio, em Goiânia.
O jovem foi julgado como menor infrator em 21 de setembro no ano passado e vai cumprir medidas socioeducativas equivalentes a 3 anos de internação, o prazo máximo.
Share on Google Plus

About Agência de Noticia News

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário