Corpos encontrados no Paraguai podem ser de brasileiros desaparecidos

sexta-feira, 2 de março de 2018
Corpos encontrados no Paraguai podem ser de brasileiros desaparecidos
Policia paraguaia já prendeu sete suspeitos por envolvimento.


Dois corpos encontrados no Paraguai podem ser de Alécio Dresch, de 73 anos, e do seu neto, Leonardo Farias Dresch, de 12 anos, brasileiros desaparecidos há quatro meses. O avô e neto que viviam no oeste do Paraná, trocaram a cidade de Marechal Cândido Rondon pelo Paraguai há dez anos. A polícia paraguaia está investigando o caso e já prendeu sete pessoas por suspeita de envolvimento.

Os corpos teriam sido achados pelos agentes na última quarta-feira (28), no distrito paraguaio de Nova Toledo, enterrados a cerca de 1,5 quilômetro de distância da região onde a família de brasileiros vivia. Eles moravam perto da fronteira entre o Paraguai e o Brasil, a 160 quilômetros de Cidade Del Leste.
De acordo com informação, a linha de investigação seguida pela polícia é a de que o crime teria sido cometido por vingança familiar. Os corpos só foram encontrados por indicação de um dos suspeitos presos. "Ele deu o lugar exato onde essas pessoas estavam enterradas, então, é evidente que essa pessoa é um dos autores do crime, porque indicou com exatidão o local do crime", contou o agente antissequestro Frederico Delfino.
Embora os exames de identificação dos corpos ainda não tenham sido finalizados, eles já foram liberados para a família.

Nenhum comentário

Postar um comentário

 
Copyright © 2016 todos os direitos reservados a Desenvolvido por Jonas Gonçalves.