Tumulto após votação de CP faz presidente encerrar sessão

sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018
Câmara de vereadores de Maringá lotada. Populares 
divididos a favor e 
contra o vereador do PT.
Pouco antes do meio-dia, o presidente da Câmara Municipal de Maringá, Mário Hossokawa (PP), encerrou a sessão ordinária desta quinta-feira (22), sem a votação de um único projeto. 

O motivo foi a impossibilidade de manifestação dos vereadores em função da desordem no plenário. Dezenas de pessoas protestavam contra e a favor do pedido de instalação de Comissão Processante (CP) contra o vereador Carlos Mariucci (PT).

A solicitação foi protocolada pelo corretor de imóveis Felício José Duarte Cyrino, na quarta-feira (21). O documento de 32 páginas foi lido por, aproximadamente, uma hora e meia pelo 1º secretário Sidnei Telles (PSD) sob vaias, gritos e aplausos de ambos lados.

O corretor de imóveis reivindicava a investigação dos atos de Mariucci por possível quebra de decoro parlamentar. 

O pedido foi rejeitado e, consequentemente, arquivado. O painel registrou 10 votos favoráveis, dois contrários e duas abstenções. A única ausência foi do vereador Alex Chaves (PHS) que estava em viagem oficial (PHS)

Os projetos e requerimentos que seriam votados hoje serão analisados na próxima sessão ordinária, na terça-feira (27).

Nenhum comentário

Postar um comentário

 
Copyright © 2016 todos os direitos reservados a Desenvolvido por Jonas Gonçalves.