Polícia prende 13 membros de seita religiosa que escravizava pessoas

Organização criminosa estava sendo investigada desde 2011.

Polícia Federal prendeu 13 integrantes de uma seita religiosa suspeita de escravizar pessoas em Minas Gerais, Bahia e São Paulo.

organização conhecida como ‘Traduzindo o verbo: a verdade que marca’, que chegou a ser conhecida como ‘Comunidade Evangélica Jesus’, estava a sendo investigada desde 2011.
Nove pessoas ligadas à seita estão foragida, entre elas o líder do grupo, conhecido como Pastor Cícero.
Segundo as autoridades, a organização comprava casas e fazendas para onde levava os crentes e os obrigava a entregar todas as posses e a trabalhar sem receber nada. Convenciam as pessoas de que “o diabo estava chegando” e que, se trabalhassem para a comunidade, estariam salvas no dia do apocalipse.
Estima-se que a seita tenha cerca de seis mil seguidores, tendo muitos deles abandonado as famílias e começado uma nova vida dedicada totalmente à organização.
Share on Google Plus

About Agência de Noticia News

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário