Ex-New Hit implora em vídeo para vítima retirar denúncia de estupro

terça-feira, 24 de outubro de 2017
John Ghendow de Souza Silva, ex-integrante do grupo New Hit, publicou um vídeo em seu Facebook em que apela por absolvição. Ele é um dos dez acusados do caso de estupro coletivo que ocorreu em 2012, em Ruy Barbosa, no interior da Bahia.


John Ghendow, de 25 anos, alega que é inocente e está sendo condenado por algo que não fez. O vídeo já tem mais de 20 mil visualizações.
"Eu quero pedir um apelo a essa menina que me acusa, às autoridades, aos responsáveis pelas leis que vejam o meu caso com um pouco mais de carinho, um pouco mais de atenção pois estou sendo acusado de algo que eu não fiz. Estou cinco anos nessa batalha, nesse sofrimento. É muito difícil de ser acusado por algo que você não fez (...) Eu não fiz nada disso. Sou pai de família. Sou apontado nas ruas, chamado de estuprador. É um apelo. Não posso ficar dez anos encarcerado por algo que não fiz", implorou.
John também afirmou já ter gasto muito dinheiro com advogado por uma ação que não teria cometido. 
De acordo com a denúncia do MP, os integrantes do grupo de pagode teriam abusado sexualmente de duas adolescentes que tinham 16 anos à época. O estupro teria ocorrido após os músicos receberem as jovens para sessão de fotos no ônibus da banda.
Ao todo, o processo envolve nove integrantes da banda New Hit e um segurança do grupo. Todos foram condenados a 11 anos e oito meses de prisão em maio de 2015.
Veja o vídeo:


Nenhum comentário

Postar um comentário

 
Copyright © 2016 todos os direitos reservados a Desenvolvido por Jonas Gonçalves.