Doutor Camargo - Construção de ATI e retirada de monumento histórico agita rede social

segunda-feira, 2 de outubro de 2017
Parece que uma Academia da Terceira Idade(ATI) tem mais importância para o prefeito de Doutor Camargo, do que um monumento histórico que foi construído por um artista de renome nacional.

Á peça de arte que foi construída e inaugurada após a conclusão do ginásio de esportes foi destruída e o chefe do executivo não se manifestou e nem puniu o culpado, relegando a segundo plano a importância do monumento que fora construída durante uma das gestões de Paulo Nocchi. Será que o atual prefeito tem medo de enfrentar Nocchi nas próximas eleições e por isso destruiu uma de suas marcas administrativas?

O ato da destruição surtiu efeito imediato. Primeiro foram os intelectuais que protestaram e condenaram a destruirão do monumento que foi construído para representar a modalidade esportiva.

Desde ontem numa rede social, a população tem se manifestado contrário a destruição.

O morador Nilton Silva, que mora em Doutor Camargo desde que nasceu, postou a sua indignação, após ter passado no sábado em frente ao ginásio de esporte e não viu o monumento, no lugar uma Academia de Terceira Idade.

Segundo ele, “a escultura mostrava o valor das mobilidades esportivas e vejo como um desrespeito a todos que moram em Doutor Camargo. Um pedaço da nossa história foi varrido do mapa.”

Nilton Silva, também acredita que a destruição da peça é um atendado a quem fez a obra, desrespeito ao prefeito da época e a população.

“Moro em Doutor Camargo a mais de 40 anos e não me lembro que alguém nos afrontou tanto como esse prefeito.”

Dulcinéia Paganini, que esteve ao lado do atual prefeito na caminhada vitoriosa rumo a prefeitura, também faz coro com os descontentes e condenou a retirada da obra de arte do local.

Segundo ela, aponta como absurdo a retirada do monumento esportivo de frente para o ginásio.
“O cara manda e desmanda na cidade e passa por cima dos noves vereadores e da vice e ninguém vê nada. Estranho! ”

Outro que fez questão de deixar público a sua indignação foi Francisco Ghiraldi, “É, vejo o povo realmente indignado."

Para ele, viu como um ato desrespeitoso e que não tinha de desmanchar o que estava feito.

“Tínhamos naquele lugar uma obra de arte de um artista plástico e de repente sem ninguém saber foi retirada, há quem diga que foi quebrada.

Nenhum comentário

Postar um comentário

 
Copyright © 2016 todos os direitos reservados a Desenvolvido por Jonas Gonçalves.