Tribunal rejeita ação de Lula contra juiz Sergio Moro

sexta-feira, 10 de março de 2017
Uma queixa-crime do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva contra o juiz federal Sergio Moro foi rejeitada, por unanimidade, pelo TRF (Tribunal Regional Federal) da 4ª Região, em Porto Alegre. O pedido corria em segredo de Justiça.

Advogados de Lula solicitaram em novembro que fosse aberta uma ação penal contra Moro por causa da divulgação de escutas telefônicas entre o petista e a então presidente Dilma Rousseff, alegando que o Supremo Tribunal Federal considerou ilegal a publicização dos diálogos.
Ainda criticavam a condução coercitiva do ex-presidente para depor em março do ano passado, quando houve operação de busca e apreensão em sua residência, de familiares e no Instituto Lula.
O pedido para que Moro se tornasse réu foi julgado na 4ª Sessão do tribunal, composta por sete juízes federais na tarde de quinta-feira (9).
O julgamento teve sustentação oral das defesas dos dois lados. Moro foi defendido por sua mulher, a advogada Rosângela Wolff Moro, e Lula pelo advogado Cristiano Zanin.
O Ministério Público, que também se posicionou, pediu que o tribunal rejeitasse a queixa-crime.
Procurada, a defesa de Lula ainda não se manifestou. A reportagem não conseguiu localizar a advogada Rosângela Moro.

Nenhum comentário

Postar um comentário

 
Copyright © 2016 todos os direitos reservados a Desenvolvido por Jonas Gonçalves.