Ricardo Barros se complica na comissão de ética por promessa de campanha

A comissão de ética da Presidência da República impôs na segunda-feira (22) uma advertência pública ao ministro da Saúde, Ricardo Barros, por ter concluído que ele violou a ética pública durante a campanha eleitoral de 2016.

Como foi revelado pelo Blog do Take, o ministro esteve num jantar numa reunião ampliada com  Alcídio Delapria e prometeu que iria ajudar o então candidato a prefeito, caso eleito, a transformar o hospital de Doutor Camargo, numa unidade referencia para atender as cidades próximas.


No período eleitoral, prometeu construir um hospital no município de Marialva, transformar em referência o hospital de Foz do Iguaçu e levar mais recursos para a cidade de Peabiru.

Segundo o presidente da comissão de ética, Mauro Menezes, o ministro usou uma viagem a trabalho para "inserir compromissos eleitorais", o que é vedado para servidores públicos.

O presidente da comissão de ética destacou que o ministro realizou "promessas indevidas" no exercício do cargo, o que também é considerada uma infração à ética pública.

"Ele estabeleceu expectativas de que se fosse eleito, haveria a transferência de verbas e a realização de obras, o que é vedado por resolução do órgão federal", disse.

O código da alta administração federal prevê tanto uma simples advertência como recomendação de exoneração do servidor público ao presidente Michel Temer.

A advertência tem como efeito uma espécie de registro de violação ética no currículo da autoridade, mas não impede o ministro de ocupar outros cargos na esfera pública.

O problema é que o órgão federal não tem prerrogativa para impor punições administrativa e criminal, mas o Ministério Público poderá utilizar as informações do caso para abrir investigação sobre o episódio.




Share on Google Plus

About Agência de Noticia News

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário