'Prefiro ser impopular a ser populista', diz Temer a revista inglesa

Em entrevista à revista inglesa "The Economist", o presidente Michel Temer (PMDB) afirmou que prefere "ser impopular do que ser populista" e relativizou críticas de que seu governo seria ilegítimo.

Questionado pela publicação a respeito de pichações com o slogan "Fora Temer", o presidente afirmou se tratar de uma mostra da "vibrante democracia" do país.
O peemedebista afirmou à "Economist", em conversa publicada na quinta-feira (9), que entregará para seu sucessor em 2019 um país "de volta aos eixos".
Além disso, Temer citou sua própria aposentadoria para defender a reforma da Previdência, um dos principais pontos de seu programa e também uma das maiores polêmicas. O peemedebista, hoje aos 76 anos, se aposentou aos 55 anos.
À publicação, o presidente afirmou que as reformas propostas por seu governo servirão para "proteger os programas sociais" e defendeu uma reforma política. "O Brasil não tem partidos, tem acrônimos", afirmou.
A respeito do julgamento da ação no Tribunal Superior Eleitoral que pede a cassação da chapa que elegeu Dilma Rousseff e Temer em 2014, o peemedebista afirmou estar "tranquilo" e reafirmou que as doações recebidas foram feitas de maneira legal.
Share on Google Plus

About Agência de Noticia News

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário