Pão duro ou Chorão

sexta-feira, 17 de março de 2017
Um prefeito da região noroeste, marinheiro de primeira viagem, anda pedindo pedra, cascalho, maquinário da prefeitura vizinha e carona para Curitiba e Brasília. 

Os colegas fazem questão de manter distância da figura, já sabem que ele vai tentar acharcar os colegas.  

Para  alguns dos prefeitos que compõe a Associação dos Municípios do Setentrião Paranaense, Amusep, apelidaram-no de chorão. Imaginem como o homem deve chorar, para ter esse apelido?

De acordo com a informação, o tal prefeito vai a Brasília e conversa com todos os deputados federais para tentar trazer verbas para o município e não tem fidelidade com um parlamentar. O mesmo,  só esta queimando o filme e prejudicando a cidade que o elegeu no pleito do ano passado.

Segundo um deputado federal, “esse prefeitinho não vai conseguir muita coisa, é fisiológico de mais.”

Em breve trarei uma reportagem completa sobre o prefeito que pensa que os municípios vizinhos tem que auxiliar nas prioridades de sua cidade e no seu município, pensa que é o rei da cocada preta, não atende vereadores de oposição e nem a imprensa.


“ Cada prefeito tem que tomar conta do seu município”, foi o que deixou claro um outro prefeito em conversa com o dito cujo.

Nenhum comentário

Postar um comentário

 
Copyright © 2016 todos os direitos reservados a Desenvolvido por Jonas Gonçalves.