Caminhada em Maringá pede fim da violência contra a mulher

Por direitos e contra a violência, uma caminhada ganhou as ruas de Maringá na manhã deste sábado, 4. A manifestação, organizada pela Secretaria da Mulher, Igualdade Racial, Juventude e Pessoa Idosa (Semulher), reuniu também alguns homens, além de lideranças comunitárias e autoridades. A iniciativa faz parte da programação especial da Semana da Mulher que vai até 8 de março, Dia Internacional da Mulher.

“Infelizmente nós ainda temos muitos casos de violência contra a mulher. Por isso, esta ação é muito importante para divulgar o número 180, onde as mulheres podem fazer denúncias, e os diversos serviços da prefeitura que oferecem orientações, assistência e proteção”, disse o prefeito Ulisses Maia. Ele também destacou o compromisso de implantar a Patrulha Maria da Penha e o dispositivo “botão do pânico”, projetos em fase de estudo pela administração.

“A mulher merece respeito. Basta de violência! Queremos nossas mulheres felizes, sem medo de viver e de denunciar quando são agredidas”, disse a secretária da Mulher, Aracy Adorno Reis. Percorrendo vias da região central da cidade, ela e os participantes do manifesto conversaram com várias pessoas e entregaram panfletos com informações sobre direitos e a rede de atendimento à mulher na cidade.

Acompanhando a esposa durante o evento, o aposentado Alcides Ferreira dos Santos, 72, considera importante a manifestação nas ruas. “A gente vê tanta violência contra a mulher na televisão que fica chocado. Por isso, temos que participar, se envolver nessas coisas, pois quanto mais gente defendendo essa causa, menos violência e mais paz vamos ter na sociedade”, acredita.

Também participaram do evento o vice-prefeito, Edson Scabora, a presidente e a vice do Provopar, Eliane Maia e Miriam Scabora, a secretária de Educação, Valquíria Trindade, diretoras de secretarias municipais, a diretora de Política da Mulher da Secretaria Estadual da Família e Desenvolvimento Social, Terezinha Beraldo Pereira Ramos, e os vereadores Carlos Mariucci e Jean Marques.

Saiba mais
Além do disque-denúncia 180, as mulheres vítimas de violência ou interessadas em conhecer seus direitos podem procurar a Semulher (Avenida Papa João XXIII, 497, próximo a Catedral e ao Colégio Instituto Estadual de Educação). O horário de atendimento é das 8 às 11h30 e das 13h30 às 17 horas, de segunda à sexta. O e-mail para contato é o mulher@maringa.pr.gov.br, e o telefone é o 3293-8350. 

Programação
As atividades da Semana da Mulher começaram no dia 21 de fevereiro e seguem até o dia 8 de março com palestras, atendimentos, apresentações culturais, oficinas e outras atividades, no centro e nos bairros. Confira a agenda dos próximos eventos:

Data: 21 de fevereiro a 8 de março
Exposição de fotos: “Mulheres Ímpares”
Local: Galeria do Shopping Avenida Center sobre a Travessa Amadeu Progiante


Data: 6 de março, segunda-feira
Dança Circular
Horário:8 horas
Local: Praça da Catedral

Palestra: Sexualidade na Terceira Idade
Horário: 10 horas
Local: Secretaria da Mulher

Palestra: Roda de Conversa sobre Feminismo Comunitário
Horário: 9 horas
Local: Colégio Estadual João XXIII

Recreação com o Palhaço Lambari e a Palhaça Nina
Horário: 14 horas
Local: Centro Dia João Paulo II, Casa Lar Franchini, Condomínio do Idoso Morada do Sol


Data: 7 de março, terça-feira
Palestra: Beleza e Imagem Pessoal
Horário: 9 horas
Local: Condomínio do Idoso Cidade Nova

Palestra: Roda de Conversa sobre Feminismo Comunitário
Horário: 9h
Colégio Estadual João XXIII

Palestra: Empoderamento Feminino
Horário: 9 horas
Local: Colégio Estadual Unidade Polo

Palestra: A Violência contra a Mulher e o Empoderamento Feminino
Horário: 14 horas
Local: Centro da Juventude, Cj. Borba Gato

Oficinas e Apresentações Culturais
Horário:15 às17 horas
Local: Centro da Juventude, Cj. Borba Gato.


8 de março, quarta-feira
Aula de Ginástica com Ritmos
Horário: 9 horas
Local: Praça Napoleão Moreira da Silva

Cerimonial de Encerramento da Semana da Mulher
Horário: 10 horas
Local: Praça Napoleão Moreira da Silva

Apresentação musical
Horário: 11 horas
Local: Praça Napoleão Moreira da Silva

Atendimento e Informações de Saúde, Beleza da Mulher, Informações Jurídicas, Comércio de artesanatos
Horário: 9 às 16 horas
Local: Praça Napoleão Moreira da Silva 
Share on Google Plus

About Julio Take

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário