Prefeitura estuda convênio com Esfaep para capacitar GM

O vice-prefeito de Maringá, Edson Scabora, recebeu o Comandante Geral da 2ª Escola de Formação, Aperfeiçoamento e Especialização de Praças (Esfaep), capitão Radamés Luciano Vinha, e o presidente do Conselho Comunitário de Segurança, o coronel aposentado Antonio Tadeu Rodrigues, para conhecer proposta de convênio destinada à oferta de curso para a Guarda Municipal (GM). Um dos objetivos é atender a Lei Federal nº 13.022/14, que institui normas gerais para as guardas municipais.

Representando o prefeito Ulisses Maia, Scabora solicitou à gerência da GM o encaminhamento dos processos para viabilizar a parceria. O curso é dividido em duas etapas, formação e capacitação para uso de armas. De acordo com o capitão Radamés, o treinamento tem duração de 750 horas e pode variar de 15 a 30 semanas, dependendo das necessidades da administração.

Atualmente o município conta com 131 agentes, sendo que 72 precisam da formação.
O gerente da Guarda Municipal, Reginaldo Luciano de Souza, explica que o curso, além de promover maior eficácia nas ações de segurança planejadas para atender a população, também oferece condições adequadas ao agente no exercício da sua função.

O uso de armas de fogo pela Guarda Municipal está previsto na Lei Orgânica de Maringá em dispositivo aprovado pelos vereadores em 2014. A norma determina a capacitação dos agentes antes de receber o armamento, dispondo sobre conhecimentos básicos de psicologia, sociologia, direitos humanos e aprovação em avaliação técnica e psicológica. O prefeito Ulisses Maia garantiu que vai cumprir a legislação e o processo de aquisição dos equipamentos está em fase de estudos na prefeitura.
Share on Google Plus

About Julio Take

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário